Cruz

Madeira ou vida? Madeira, vida.
Vida na madeira, madeira na vida. Madeira ou vida?
Pra uns madeira, apenas dois sarrafos que se cruzam e formam um símbolo. Pra outros vida, uma ponte que estabelece relacionamento entre dois lados.
Madeira, sem sentimentos, sem emoções.. separação. Vida, sem barreiras, sem limitações.. união.
Madeira pra uns, vida pra outros. Madeira, morte! Vida, vida!
Madeira nos lembra trabalho, cansaço, desgaste.. segurança em coisas finitas e insegurança em coisas eternas. Madeira, "segurança".
Vida nos lembra renovo, mudança, esperança.. segurança em coisas eternas e insegurança em coisas finitas. Vida, segurança.
Madeira ou vida? Nem um nem outro, uma vida dada na madeira!
A segurança que bate a "segurança", a união que quebra a separação, a vida que vence a morte.
Uma morte na madeira pra vidas que ressurgem dela.
Pregos nas mãos e nos pés, sangue, dor, sofrimento, sacrifício. Uma morte drástica, uma decisão graciosa e uma entrega misericordiosa. Madeira, cruz!
Sem Jesus, uma madeira sem vida; com Jesus, o início da vida.
Madeira, madeira? Não pense agora que a vida será a mesma sem esta madeira.
Tome-a, carregue. Se Ele morreu e a consequência foi vida, vou morrer também.
Cruz, quebra de padrões e costumes. Pra trás dela, abismo, pra frente dela, vida eterna.
Cruz, negação e transformação. Só uma madeira, mas que combinada com Jesus, nos guia até a cidade, aquela.. ruas douradas, bosques eternos, rios de águas que não cessam, conversas com o Criador e momentos ininterruptos na sua presença.
Cruz, escolha, decisão. Mas não perca tempo, Deus é pontual, longe de mim querer ficar de fora quando Ele fechar as portas do seu aposento.
Cruz, abismo, vida eterna. Carregar a cruz, minha morte para poder hábitar a vida de Jesus. Sem cruz, sem vida.

6 comentários:

Anônimo disse...

Misericórdia, carregar uma cruz? catolicismo puro.

Anônimo disse...

Em que momento o texto deixa claro que se refere a cruz da proposta "carregue sua cruz"? Acorda povo de Deus (?) não sabe do que se trata, não procura saber e fica julgando... Misericórdia de vcs! Mas copiar a onda pode? Pq é o q mts andam fazendo, criticam, mas copiam o formato deles... Só Jesus!
PS: não faço parte da Onda e nem da Siloé, mas oro e louvo á Deus por eles :D

Julia disse...

Concordo com o anônimo, não faz sentindo carregar uma cruz. Esses dias vi esses "jovens" carregando a cruz e fumando... não faz sentido! parecem um monte de doido!
porque não levam a bíblia? e aproveitam e deem uma lida.
E ninguém imita o onda dura, pelo que eu saiba.. é o onda que imita o bola de neve! =D

Sem. João Eduardo Lamim disse...

Na verdade a cruz não se restringe a um simples símbolo específico de uma religião. Quando o entendemos assim, causamos confusão em nossas opiniões acerca dela e de quem a carrega.
Achei muito profundo esse texto acerca da cruz (madeira ou vida?) e vejo que ele retrata, de uma certa forma poética, a realidade essencial da cruz: a misericórdia.
Do latim miser cordis (miséria de coração) a cruz retrata um acontecimento tão antigo e tão presente, que redime toda miséria humana renovando-a na vida nova que ela mesma inaugura. Toda miséria que encontramos nos homens e mulheres, jovens espalhados por todo orbe, é redimida pelo poder restaurador da cruz.
Quando vemos alguém carregando uma cruz e fumando nós lembramos que ele tem salvação (não necessariamente pelo cigarro alguém é condenado, se vemos alguém em estado de a-dignidade (se me permitem a criação)e portando uma cruz, é sinal de que mesmo na fraqueza existe a chama da fé. E o que eu vou fazer diante disso?

Alisson Santos disse...

Cara, primeiro: entenda a proposta da cruz depois fala.
Segundo: não sou da Onda mas o ato de carregar a Cruz para mim foi uma forma clara e direta de declaração da fé, muitos que criticam não fariam o mesmo por vergonha, esses jovens não se envergonham do evangelho e carregam a Cruz de Cristo, assim mostrando que SÃO JOVENS CONVICTOS DO EVANGELHO E CRISTO.
terceiro: não gostou, não fique criticando, apenas pre por eles. Fale

Alisson Santos disse...

Cara, primeiro: entenda a proposta da cruz depois fala.
Segundo: não sou da Onda mas o ato de carregar a Cruz para mim foi uma forma clara e direta de declaração da fé, muitos que criticam não fariam o mesmo por vergonha, esses jovens não se envergonham do evangelho e carregam a Cruz de Cristo, assim mostrando que SÃO JOVENS CONVICTOS DO EVANGELHO E CRISTO.
terceiro: não gostou, não fique criticando, apenas pre por eles. Fale