Todos nós sentimos Deus. Alguns mais, outros menos. Alguns em coisas cotidianas, outros em coisas pontuais. Mas todos nós, alguma vez na caminhada cristã, já sentimos Sua presença e Seu carinho.Seja num acidente onde poderia ter acontecido o pior, na chuva que você não tomou porque algo te disse para levar o guarda-chuva, no vôo que você perdeu e foi salvo de algum desastre, no dia em que te cederam um lugar na fila, e você pode ir embora antes de um atentado terrorista. Tudo isso, a gente ouve e pensa: Nossa, como Deus é maravilhoso.Claro, Ele é! Mas não podemos tratar Deus, como um “anjinho da guarda” ou o “grilo falante” que sussurra a direção certa a ser tomada.Imagine quando Deus, simplesmente, não falar? Quando você tomar a chuva, quando seu parente adoecer de uma hora pra outra, e nenhum médico conseguir descobrir o que ele tem. Quando você pedir pra Deus o alimento pro seu filho, e ninguém aparecer na sua porta trazendo leite. Será que nessas horas Deus não será maravilhoso? Será que quando algo sair do seu controle, e for ruim pra você, você vai virar às costas pra Deus e bradar aos quatro ventos que Deus te abandonou? Quando na verdade, você não entregou os seus problemas nas mãos Dele, e não deixou que, somente Ele, tivesse o controle da sua vida.Eu passei por um momento na minha vida, que parecia não ter fim. Eu sentia uma dor horrível e, mais que uma dor sentimental, era uma dor física. Achei que aquilo nunca ia passar, e que não podia vir nada de bom daquilo tudo. Passaram-se mais de dois anos, e hoje eu vejo que tudo aquilo serviu pra uma coisa muito importante. Hoje consigo aconselhar as pessoas que passaram pela mesma situação, consigo olhar pra trás e dizer: Ainda bem que Deus estava ali. Independente das situações, Deus não nos abandona. Talvez Ele aja como agiu com Jó, deixou que o diabo tirasse prova da sua fé. Talvez Ele queira te tratar de algo, que você não consegue entender agora, mas vai entender no momento certo, e quem decide esse momento é Ele. Talvez Ele queira que você se aproxime. Talvez você feliz e saudável, não dê o verdadeiro valor e não o coloque no Seu devido lugar em sua vida. Talvez você só consiga orar com verdade nos momentos difíceis, ou você só lembre de agradecer a comida, quando ela já faltou.Enfim, muitos são os motivos de Deus, para que passemos por dificuldades, não que Ele precise disso pra tratar o que está errado nas nossas vidas, mas às vezes, nós só reconhecemos vivendo esses momentos.Assim como o ar, a saúde e a alegria, só são sentidos quando faltam. Algumas pessoas só se lembram de Deus quando as coisas não vão bem.Quem nunca passou por algum problema, aparentemente sem solução, e a única coisa a se fazer, era orar?Se você buscar e estiver aberto a mudanças, tenho certeza que Deus trabalha nesses momentos, Ele não fica de braços cruzados se divertindo com o seu sofrimento. Ele age, no seu coração, nos seus conceitos, no seu senso humanitário, no seu egoísmo. Ele trata, Ele cura e Ele liberta.Ele faz você crescer diante dos obstáculos, Ele faz você vencer a dor que muitas vezes parecia grande demais pra ser vencida. Ele te ensina, que diante daquele problema, não tem outra solução, a não ser chamar por Ele.E então você vê, quanto tempo você perdeu chorando, esperneando, gastando suas forças tentando reverter o quadro. E o quanto era simples e confortante, ter Deus por perto.Espero que nós, não precisemos de nenhuma dificuldade para deixar que Deus fique no comando.

Postado por: MICHELLE BENFICA!

4 comentários:

Fran disse...

Michele como sempre arrasando!

Michelle Benfica! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Michelle Benfica! disse...

Deus é demais!

Pastoragente disse...

Graça e paz!
Andando por Blogs cristãos cheguei até o seu e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
Já estou te seguindo e aos poucos venho conhecer mais os seus textos.
Será uma honra te receber no pastoragente.blogspot.com, e se quiser segui-lo vai ser uma alegria pra mim.
No blog conto da forma mais realista e divertida possível as realidades, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
Fique na paz. Um abraço.